Plebeia remota

Mirim guaçu


Vídeos
Foto da operária
Detalhe da cabeça da operária
Entrada da colmeia
Interior da colmeia: ninho a esquerda e alguns potes de alimento à direita (parte superior). 

Informações gerais: A Plebeia remota é uma das tantas abelhas nativas conhecidas pelo nome de Mirim (neste caso Mirim-guacu). Tem ocorrência na região subtropical e nidifica geralmente em troncos de árvores.

Entrada da colmeia: A entrada do ninho é constituída por um pequeno orifício de cerume, que permite a passagem de uma única abelha por vez.

Interior da colmeia: Os ninhos desta abelha sempre possuem grandes quantidades de resina, o que resulta em um odor muito característico. Os favos são em forma de cacho, dispostos em camadas horizontais ou em espiral. Tipicamente, durante o outono e inverno há uma parada na construção de células e postura pela rainha. Neste período, quando ainda há células no favo, ele é recoberto por uma ou várias camadas de cerume. Na primavera, o invólucro desaparece e as atividades de construção e postura são reiniciadas.

Publicações

1985-IMPERATRIZ-FONSECA VL, KLEINERT-GIOVANNINI A, PIRES  JT. Climate variations influence on the flight activity of Plebeia remota Holmberg. Revta Bras. Entomol., São Paulo, 29: 427-434.

1985-RAMALHO M, IMPERATRIZ-FONSECA VL,  KLEINERT-GIOVANNINI A, CORTOPASSI-LAURINO M. Exploitation of floral resources by Plebeia remota Holmberg. Apidologie, Paris, 16: 305-330.

1992-IMPERATRIZ-FONSECA, V.L. & KLEINERT, A.M.P. - Activity of Plebeia remota (Holmberg) in winter. In: INT. BEHAV. ECOL. CONG., 3, Princeton. Abstracts.